As agências de inteligência dos EUA dizem que podem nunca ser capazes de identificar as origens do vírus SARS-CoV-2, que originou a pandemia de covid-19, mas concluíram que não foi criado como arma biológica.

Em uma avaliação atualizada sobre onde o vírus começou, o escritório do diretor de Inteligência Nacional dos EUA (ODNI) disse que uma transmissão de animal para humano e um vazamento de laboratório eram hipóteses plausíveis sobre como ele se espalhou.

Mas ele não encontrou informações suficientes para chegar a uma conclusão definitiva.

A China criticou o relatório.Os resultados foram publicados em um documento desclassificado, que é uma atualização de uma revisão de 90 dias que a administração do presidente Joe Biden publicou em agosto.

O relatório diz que as agências de inteligência ainda estão divididas sobre a origem mais provável do vírus. Quatro agências avaliaram “com pouca confiança” que se originou com um animal infectado ou um vírus relacionado.

Mas uma agência disse que tinha “confiança moderada” de que a primeira infecção humana provavelmente foi o resultado de um acidente de laboratório, provavelmente relacionado à experimentação ou manipulação de animais pelo Instituto de Virologia de Wuhan.

O que é sabido do laboratório de Wuhan em China que Estados Unidos investiga como uma origem potencial do coronavirus

O relatório também diz que as autoridades chinesas desconheciam a existência do vírus antes do surto inicial de covid-19 na cidade de Wuhan no final de 2019. Mas ele diz que a China continuou a dificultar a pesquisa global e resistir ao compartilhamento de informações.

As autoridades chinesas ligaram os primeiros casos de covid-19 a um mercado de frutos do mar em Wuhan, levando os cientistas a teorizar que o vírus foi transmitido pela primeira vez aos seres humanos através dos animais.

Mas no início deste ano, relatos da mídia americana sugeriram evidências crescentes de que o vírus poderia ter surgido do laboratório de Wuhan, talvez através de um vazamento acidental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.